Home

Beatriz de Carvalho ( Porto Alegre, 1944)  têm uma trajetória marcada por uma incessante e vulcânica criatividade. Artista de múltiplos talentos escultora, pintora, desenhista, cenógrafa, figurinista, designer têxtil, joias e painéis decorativos. Verdadeiramente antenada com o mundo e o momento, ela encarna a sensibilidade da arte contemporânea em seus hibridismos; do antigo com o atual, do primitivo à tecnologia digital.

Em seu trabalho existe um entrecruzar de tendências, que se fundem uma conjunção de materiais e técnicas, resultando trabalhos de refinada maestria. Todo este lastro de sua formação europeia e das raízes gaúchas vem estar a serviço  de uma criatividade aberta às percepções e mágicas intuições. Conectando-se a visões de luxuriantes fantasias, pode-se dizer que Beatriz de Carvalho  é uma artista surrealista, emanando aos jorros de sua visão interior,   revela o surrealismo eternamente existente na América Latina, como  Breton definiu.

O perfil complexo da artista Beatriz de Carvalho, a riqueza de possibilidades que desenvolve em sua obra; bem como  a multiplicidade dos  meios e modalidades artísticas torna-se evidentes na apresentação de seus trabalhos, na sequência destas páginas.

Daisy Peccinini